Já está em andamento o tambor de latas de metal de diferentes tamanhos idealizado há duas semanas atrás!
Falta acrescentar mais umas quantas latitas e fazer um tripé para que este instrumento esteja à altura para ser tocado de pé.

Estivemos também a pintar uns tubos de PVC para serem transformados em Didjeridoos. Na próxima sessão vamos colocar a cera de abelha, terminar as pinturas e depois experimentar.
Também em recente projecção, está um pandeiro! Elaborado a partir de uma peneira estragada, aproveitou-se o circulo de madeira e agora é só esticar uma capa plástica resistente e uma abraçadeira para fixar.

Rápida foi a transformação de uma coluna de som avariada num Cajon!
A reciclagem, isto é, o aproveitamento da exagerada abundância dos mais diversos tipos de materiais que são desperdiçados todos os dias, é uma das acções fundamentais deste grupo. Não se trata apenas do demonstrar o enorme potencial que é a reciclo-construção criativa de instrumentos musicais e a criação musical de base pura e crua, mas principalmente é uma forma de vivência fora do trâmites da sociedade de consumo. Onde a normalização dos produtos e serviços, as estratégias de obsolescência programada a fim de provocar o escoamento permanente desses produtos e serviços, a massificação dos padrões de consumo, em que se consome o que está na moda apenas como forma de integração social, fruto das estratégias de marketing agressivas e sedutoras, induzem o consumidor ao consumo impulsivo, descontrolado, irresponsável e irracional. Esta constante transformação em mercadorias de  tudo o que nos dá significância, a vida na cidade envolvida no simulacro, na repetição e no cliché e o meio ambiente artificial que substitui e destrói o original, a Natureza, é no seu todo, insustentável e eco-sócio-suicida.

Outro exemplo de construção de Cajon, foi  esta mesinha de cabeceira que foi transformada num Cajonito pequeno.



video
Finalmente foi terminado o pau de chuva. Eis o resultado final.

De seguida, e como sempre, fizemos uma animada jam experimental. Eramos por volta de 15 pessoas. É pena ainda não termos gravações ou filmagens das jams, mas em breve, faremos isso.

Um dos instrumentos que se usa frequentemente nas sessões musicais, é este shaker, finalizado já à algum tempo. Foi construido a partir de uma cabaça com uma perna de mesa para a segurar, e umas missangas tricotadas à volta da cabaça, que fazem o som caracteristico de um shaker.
Por final fica aqui uma imagem de uma das ferramentas  que usamos nestes encontros, para facilitar o trabalho conjunto, que é o Mural das Ideias. Aproveitando a parede de cortiça, cada um de nós pode apontar lá as ideias que se vão falando para depois não se perderem.

Sem comentários:

Enviar um comentário